Vivências
A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana. A maior solidão é a da mulher encerrada em si mesma, no absoluto de si mesma...

28 Abril 2010

O nosso amor morreu... Quem o diria!

Quem o pensara mesmo ao ver-me tonta,

Ceguinha de te ver, sem ver a conta

Do tempo que passava, que fugia!

 

Bem estava a sentir que ele morria...

E outro clarão, ao longe, já desponta!

Um engano que morre... e logo aponta

A luz doutra miragem fugidia...

 

Eu bem sei, meu Amor, que pra viver

São precisos amores, pra morrer,

E são precisos sonhos para partir.

 

E bem sei, meu Amor, que era preciso

Fazer do amor que parte o claro riso

De outro amor impossível que há-de vir!

 

Florbela Espanca

 

publicado por RosaOliveira às 20:39

28 Abril 2010
publicado por RosaOliveira às 20:12

25 Abril 2010

Retirei do blog http://marihelecosta.blogs.sapo.pt/ e como sou mãe senti que era um dever cívico divulgar... ajam conforme a vossa consciência!

 

Date: Fri, 23 Apr 2010 18:58:24 +0000

Subject: Carta de uma mãe_INVERSÃO DE VALORES

From: srcjantunes@gmail.com

*Carta enviada de uma mãe para outra mãe no Porto, após um telejornal da RTP1:

 

De mãe para mãe...

Cara Senhora, vi o seu enérgico protesto diante das câmaras de televisão contra a transferência do seu filho, presidiário, das dependências da prisão de Custóias para outra dependência prisional em Lisboa.

Vi-a a queixar-se da distância que agora a separa do seu filho, das dificuldades e das despesas que vai passar a ter para o visitar, bem como de outros inconvenientes decorrentes dessa mesma transferência.

Vi também toda a cobertura que os jornalistas e repórteres deram a este facto, assim como vi que não só você, mas também outras mães na mesma situação, contam com o apoio de Comissões, Órgãos e Entidades de Defesa de Direitos Humanos, etc...

Eu também sou mãe e posso compreender o seu protesto. Quero com ele fazer coro, porque, como verá, também é enorme a distância que me separa do meu filho.

A trabalhar e a ganhar pouco, tenho as mesmas dificuldades e despesas para o visitar. Com muito sacrifício, só o posso fazer aos domingos porque trabalho (inclusivé aos sábados) para auxiliar no sustento e educação do resto da família.

 

Se você ainda não percebeu, sou a mãe daquele jovem que o seu filho matou cruelmente num assalto a uma bomba de combustível, onde ele, meu filho, trabalhava durante a noite para pagar os estudos e ajudar a família.

No próximo domingo, enquando você estiver a abraçar e beijar o seu filho, eu estarei a visitar o meu e a depositar algumas flores na sua humilde campa, num cemitério dos arredores...

Ah! Já me ia esquecia:

Pode ficar tranquila, que o Estado se encarregará de tirar parte do meu magro salário para custear o sustento do seu filho e, de novo, o colchão que ele queimou, pela segunda vez, na cadeia onde se encontrava a cumprir pena, por ser um criminoso.

No cemitério, ou na minha casa, NUNCA apareceu nenhum representante dessas "Entidades" que tanto a confortam, para me dar uma só palavra de conforto ou indicar-me quais "os meus direitos".

 

Para terminar, ainda como mãe, peço por favor: Façam circular este manifesto! Talvez se consiga acabar com esta (falta de vergonha) inversão de valores que assola Portugal e não só... Direitos humanos só deveriam ser para "humanos direitos"!!!

 

 

 

publicado por RosaOliveira às 20:37

22 Abril 2010

 

 

Uma jovem mulher e sua filha caminhavam pela praia.

A certa altura, a menina perguntou:

- Como se faz para manter um amor?

A mãe olhou para a filha e respondeu:

- Pegue um pouco de areia e feche a mão com força.

A menina assim fez e reparou que, quanto mais forte apertava a areia com a mão, com mais velocidade a areia escapava.

- Mamãe, mas assim a areia cai!!!

- Eu sei, agora abra completamente a mão.

A menina assim fez, mas veio um vento forte e levou consigo a areia que restava na sua mão.

- Assim também não consigo mantê-la na minha mão!

A mãe, sempre a sorrir, disse:

- Agora pegue outra vez um pouco de areia e mantenha a mão um pouquinho aberta, como se fosse uma colher: fechada o suficiente para protegê-la, mas aberta o bastante para lhe dar liberdade.

A menina experimentou e viu que a areia não escapava da mão, pois estava protegida do vento. A mãe concluiu:

- É assim que se faz durar um amor!

 

Desconheço a autoria do texto.

publicado por RosaOliveira às 18:24

21 Abril 2010

DEUS NÃO PERGUNTARÁ...

 

... Que tipo de carro conduziste; Ele perguntará a quantas pessoas que não tinham carro tu transportaste.

 

... Qual era a dimensão da tua casa; Ele perguntará quantas pessoas recebeste nela.

 

... Quantas peças de roupa tinhas no teu guarda-fato; Ele perguntará quantas pessoas ajudaste a vestir.

 

... Qual foi a tua categoria profissional; Ele perguntará se desempenhaste a tua função o melhor que sabias.

 

... Qual foi o teu melhor salário; Ele perguntará se comprometeste o teu carácter para o obter.

 

... Quantos foram os teus amigos; Ele perguntará para quantas pessoas foste um amigo.

 

... Em que bairro viveste; Ele perguntará como trataste teus vizinhos.

 

... Qual foi a cor da tua pele; Ele perguntará qual foi o conteúdo do teu carácter.

 

Autor anónimo

publicado por RosaOliveira às 21:07

20 Abril 2010

Uma senhora muito pobre telefonou para um programa cristão de rádio pedindo ajuda.

Um bruxo que ouvia o programa resolveu pregar-lhe uma peça.

Conseguiu seu endereço, chamou seus secretários e ordenou que fizessem uma compra e levassem para a mulher, com a seguinte orientação:

- Quando ela perguntar quem mandou, respondam que foi o DIABO!

 

Ao chegarem na casa, a mulher recebeu-os com alegria e foi logo guardando os alimentos.

Os secretários do bruxo, conforme a orientação recebida, perguntaram:

- A senhora não quer saber quem lhe enviou estas coisas?

A mulher, na simplicidade da sua fé, respondeu:

- Não, meu filho. Não é preciso. Quando Deus manda, até o diabo obedece!

 

NÃO SE PREOCUPE DE QUE MANEIRA VIRÁ SUA VITÓRIA... QUANDO DEUS DETERMINA, ELA VEM !!!

Tenha paciência.. não é no seu tempo e sim no tempo Dele...

Porque você vê só até um limite...

Ele ultrapassa esse limite e, vê muito além!

DEUS vos abençoe, e tenham um bom dia!

 

Texto retirado da net.
publicado por RosaOliveira às 18:56

18 Abril 2010

Feliz como um passarinho, assobiando ou cantando uma canção?

Irritado e com dores pelo corpo pela noite mal dormida?

Dois momentos, duas situações que refletem dois modos de vida diferente.

 

No primeiro caso, alguém com a certeza de que o dia será abençoado e maravilhoso, mesmo com os problemas que diáriamente se apresentam.

O segundo, com a dúvida sobre a sua capacidade de resolver os problemas que estão se acumulando...

Troque a sua maneira de enxergar a vida, aquela mania de guardar rancor ou deixar para depois a resolução de um problema.

 

Mergulhe de cabeça nas emoções, mostre para o mundo que você ama os seus, mas mostre principalmente para eles que esse amor existe.

Mostre-se confiante, mesmo que a confiança ainda venha lá atrás.

Mostre-se forte, mesmo que no fundo o medo ainda exista.

Mostre-se cristão e estenda a mão, mesmo que seu problema seja muito grande diante dos teus olhos, porque sempre haverá alguém com sofrimento ainda maior.

Mostre-se gentil para com todos, uma palavra é como uma chave que pode abrir ou fechar portas.

Mostre-se livre das farsas, não queira ser o que você não é, seja verdadeiramente simples.

Mostre-se sem medo de amar, de começar de novo, de levantar depois da queda, mostre para a vida que você é insistentemente capaz de ser feliz.

 

Não desista de seus sonhos por culpa disso, daquilo ou de alguém, para ser feliz, o que conta realmente é a sua determinação, por isso, mostre-se como você é, uma pessoa maravilhosa, capaz de superar-se a cada dia. Eu acredito em você.

 

 

 

Paulo Roberto Gaefke

publicado por RosaOliveira às 20:29

10 Abril 2010

 

 

A águia tem a maior longevidade de sua espécie, chega a viver 70 anos e para chegar a essa idade tem que tomar uma decisão difícil.

Aos 40 anos suas unhas compridas e flexíveis não conseguem mais agarrar as presas das quais se alimenta, seu bico alongado e pontiagudo curva-se, suas asas envelhecidas e pesadas em função da grossura das penas apontam contra seu peito e voar torna-se muito difícil.

Então, a águia só tem duas alternativas: morrer ou enfrentar um processo doloroso de renovação que durará 150 dias.

Esse processo consiste em voar para o alto da montanha e recolher-se em seu ninho.

Ali, bate violentamente o bico contra uma pedra até arrancá-lo... Após arrancá-lo espera nascer um novo bico para então arrancar suas próprias unhas. Quando nascem suas novas unhas passa a arrancar suas penas envelhecidas e só após cinco meses sai para o famoso vôo de renovação e viverá então... mais 30 anos.

Muitas vezes, temos que nos resguardar por algum tempo e começar um processo de renovação. Para continuar a voar um vôo de vitórias, devemos às vezes nos desprender de lembranças, costumes e outras tradições do passado. Somente livres do peso do passado, poderemos aproveitar o valioso resultado de uma... RENOVAÇÃO!!!

publicado por RosaOliveira às 21:05

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

19
23
24

26
27
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

17 seguidores

pesquisar
 
blogs SAPO